A importância do seguro no planejamento financeiro

Postado em 21 de junho de 2021 por Segfy

Poupar ou investir, eis a questão... Mas você já parou para pensar que entre essas duas opções existe um ponto-chave? Pois é, seja para economizar ou para dar um up na renda, todo mundo também quer (e precisa) mantê-la. Isso mesmo: assegurar que o terreno estará sempre protegido, tranquilo e inabalável, independente do que acontecer. E é aí que entra a importância do seguro no planejamento financeiro.

Afinal, já imaginou perder, de uma hora para outra, anos de trabalho que você dedicou para construir seu patrimônio? Um cenário que ninguém espera encontrar pela frente, mas que pode acontecer, até porque imprevistos surgem quando menos esperamos.

Falando em imprevistos, se tem algo que aprendemos a lidar diante da pandemia foi com o incerto. Ela acionou um baita sinal de alerta em muita gente para garantir uma reserva, caso algo inesperado aconteça. 

Então, como incluir o seguro no planejamento financeiro?

Podemos dizer que estamos frente a frente ao mundo VUCA - volatile, uncertain, complex e ambiguous (volátil, incerto, complexo e ambíguo), em que os padrões de consumo estão mudando, os recursos podem ser escassos e hábitos de vida são reconfigurados. 

Aliás, formar uma reserva de emergência passou a ser uma das prioridades em todo o mundo. Especialistas apontam que precisamos preservar um valor equivalente a, pelo menos, três meses de gastos recorrentes, só por garantia.  

Olhando para tudo isso, entendemos a importância não só de ganhar dinheiro, mas também de saber administrar e proteger o que se ganha. Mas e agora, quem poderá nos defender?

Você, corretor de seguros

É hora de desbravar

Uma pesquisa divulgada pelo IBRE/FGV apontou uma realidade preocupante: R$5,1 bilhões da renda familiar dos brasileiros desapareceram por conta das mortes causadas pela Covid-19. Grande parte das vítimas representavam a principal ou a única fonte de renda da família, ocasionando em um significativo aumento da situação de vulnerabilidade e uma série de outros problemas que são até difíceis de mensurar.

Ainda assim, mais da metade dos brasileiros (53,9%) não possuem nenhum tipo de seguro ou proteção de renda, segundo um levantamento realizado pela Zurich e Universidade de Oxford.

As razões podem ser inúmeras, mas talvez a principal seja a falta de informação. Muitas pessoas ainda acham que seguro é algo caro ou coisa de gente rica. Quando, na verdade, se tornou algo bem mais acessível nos últimos anos e fácil de ser encaixado no orçamento familiar. Então, seguro é coisa de gente preventiva! 

No entanto, a educação financeira é um tema pouco (ou quase nada) presente na vida da maioria dos brasileiros. Exemplo disso é a dificuldade ou até mesmo insegurança que temos para declarar o imposto de renda ou se aventurar em algum investimento financeiro por conta própria. 

Daí surge a oportunidade: o corretor de seguros como planejador financeiro. Se está nos seus planos se destacar no mercado, garantir mais credibilidade e estreitar a relação com seus clientes, este é o momento de inovar, aprender e sair na frente

Afinal, o planejamento financeiro não é exclusividade dos profissionais da área de economia e finanças, mas sim de quem está disposto a arregaçar as mangas para entender tudo o que seu cliente precisa.

O papel do corretor de seguros no planejamento financeiro

Antes de tudo, é importante ter em mente que seguro não é investimento, mas sim uma proteção que pagamos para usar caso algo aconteça. Ou seja, funciona como uma medida preventiva para não deixar nosso orçamento e família desprotegidos. 

E quem melhor que você, corretor de seguros, para falar sobre proteção com o seu cliente? Ele já confia em você para preservar seu patrimônio e manter a família amparada, que tal aproveitar esse voto de confiança para ir além? Dar um novo passo e garantir a oportunidade de cuidar do seu cliente por décadas (quem sabe até dos seus filhos, netos e por aí vai).

Não é preciso ser expert em matemática financeira para ajudar o seu cliente a administrar o dinheiro que ele ganha ou até mesmo fazer render mais. Você só precisa ter vontade de aprender o que puder sobre o assunto, entender os objetivos do seu cliente e aproveitar para compartilhar boas práticas, que inclusive podem ser aquelas que você mesmo já coloca em dia no seu próprio planejamento financeiro. 

✨ Veja só algumas dicas de ouro:

  • Investir em uma previdência privada, além de garantir uma reserva financeira e outros benefícios, pode ocasionar em descontos na dedução do imposto de renda. Legal, né?
  • Aplicar investimentos em fundos como o CDB (Certificado de Depósito Bancário) é como guardar ou emprestar seu dinheiro para o banco e, depois, receber ele de volta com juros. O mesmo acontece com o Tesouro Direto, a diferença é que aqui o Governo Federal vai pagar os juros. 
  • Garantir a proteção dos seus bens é parte essencial do planejamento financeiro. Por isso, vale pesquisar e entender os seguros que podem ajudar a manter seu padrão de vida, caso você fique sem trabalhar ou perca sua principal fonte de renda. 

A partir do momento em que você entende de maneira ampla as necessidades do seu cliente e se prepara para orientá-lo, oferecendo exatamente o que ele precisa e com o famoso "preço que cabe no bolso", a relação de confiança ganha um novo status e a fidelização é prolongada, dando abertura para a contratação de mais seguros e diversificação da sua carteira

Para te ajudar nessa missão, selecionamos 3 cursos gratuitos sobre planejamento financeiro que vão dar aquela mãozinha amiga na hora de entender mais sobre o tema. Vem com a gente:

1. Gestão de Finanças Pessoais - Banco Central do Brasil

Com uma linguagem simples, lúdica e bastante acessível, o curso ensina sobre finanças contando a história de uma família com vídeos animados. A ideia é estimular uma relação mais saudável com o dinheiro, passando por tópicos como poupança e investimentos, orçamento pessoal e familiar, formas de crédito, endividamento e muito mais. O curso é online, com duração de 20h e você pode se inscrever aqui no site da EV.G.

2. Fundamentos de Finanças - Fundação Getulio Vargas 

Este é o curso ideal para quem busca uma noção básica de finanças, com informações super úteis sobre como estruturar a vida financeira, tomar decisões assertivas e administrar o dinheiro da melhor forma possível. Ele também é online e tem carga horária de 5h, moleza né? Aproveite já para fazer a sua inscrição no site da FGV e prepare-se para destrinchar conceitos essenciais na elaboração de qualquer planejamento financeiro. 

3. Gestão Financeira - Sebrae

Você tem vontade de conquistar uma rotina mais organizada e melhorar o controle orçamentário? Então essa é uma ótima opção para você, especialmente se for MEI ou proprietário de uma pequena empresa. O curso envolve aprendizados sobre fluxo de caixa, controle de giro, análise de estoques e a importância do planejamento financeiro como um todo, com duração de 3h e certificação ao final. Partiu garantir a sua inscrição?  

Mas por que o seguro é tão importante no planejamento financeiro?

Bom, podemos dizer que existem basicamente dois motivos que levam as pessoas a se endividarem: um deles é a falta de planejamento financeiro e controle de orçamento, o outro está ligado aos gastos não previstos que podem surgir.

Com isso, fica mais fácil entender porque o seguro influencia diretamente no planejamento financeiro, já que a sua ausência pode ocasionar em gastos extras quando algo inesperado acontece. Fato é que ninguém contrata um seguro esperando utilizar ele um dia, mas se precisar, ele estará ali, pronto para te amparar e proteger em momentos difíceis.

Dessa forma, o ideal é analisar todos os gastos do seu cliente, identificar os pontos que precisam de mais investimento e contratar um seguro adequado às suas necessidades. 

A ideia é atuar como um consultor, no sentido de ajudá-lo a blindar todo o seu patrimônio, preservar seus bens, organizar as finanças dele e trazer formas de equilibrar a sua rotina orçamentária, quem sabe até com dicas para economizar e guardar mais dinheiro, por que não?

O céu é o limite. Basta você estar aberto para pensar e fazer diferente. Existe um mar de possibilidades a ser explorado e um universo de conhecimento a sua disposição. Também vale lembrar que você não está sozinho, a Segfy faz questão de te acompanhar nessa incrível jornada, corretor.

Inclusive, preparamos mais dicas como essas de hoje. Para não perder, é só seguir a gente no Instagram, Facebook e LinkedIn que logo logo compartilhamos uma novidade com você, fechado?

Até a próxima! 🙂 

Fontes: InfoMoney, Revista Apólice, JRS, Smartia, Estadão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstração Grátis Segfy
Se inscreva em nossa newsletter e receba novidades
Segfy, você + seguro 🧡
Segfy Tecnologia S/A | 30.254.990/0001-55 © 2021 Segfy ®. All rights reserved.