Guia prático: finanças para corretor de seguros

Postado em 25 de junho de 2021 por Segfy

Um milhão: essa é a estimativa de empresas brasileiras que fecham as portas por ano, mesmo antes da pandemia, segundo um levantamento do IBGE. Aliás, um estudo realizado pelo Sebrae deixa mais claro essa realidade, apontando que a cada 4 empresas abertas, 1 fecha antes mesmo de completar dois anos de existência. 

E o motivo, todo mundo já conhece? Esse mesmo relatório do Sebrae indica que 7% das pequenas empresas fecham por falta de lucro, 20% por falta de capital e quase 50% por não saber mensurar se têm lucro ou prejuízo. Isso mesmo, a ausência de uma gestão financeira eficiente é um dos principais motivos de falência das empresas no Brasil.

Verdade seja dita, o controle financeiro ainda é uma incógnita para grande parte das empresas e população no país, o que pode incluir também a sua corretora, não é mesmo?

Mas calma, vamos te dar uma mãozinha nessa. Preparamos um guia com dicas práticas e super úteis sobre finanças para corretor de seguros. 

Vem com a gente! ⬇

Passo a passo: finanças para corretor de seguros

1. Separe as finanças da corretora das suas finanças pessoais

Sabe aquele erro que quase todo mundo comete, mesmo sabendo que está errando? Não cometa esse erro. Misturar a Pessoa Física com a Pessoa Jurídica é uma prática comum, mas que pode ocasionar em uma série de problemas e até mesmo a falência da sua corretora.

Você precisa mensurar qual é a lucratividade e rentabilidade do seu negócio, pois só assim é possível saber se ele é viável ou não. Então, o primeiro passo é manter contas e registros separados, garantindo maior controle do fluxo de caixa, mais credibilidade e poder de barganha na negociação com fornecedores, proteção do seu patrimônio pessoal e jurídico, condições especiais em bancos e até mesmo vantagens fiscais, como na hora de declarar o Imposto de Renda.

Lembre-se sempre de que o seu negócio independe das suas finanças pessoais. Por exemplo: pagamento dos funcionários é despesa da empresa e gasto com lanche é despesa pessoal. 

A partir do momento que você tem consciência da liquidez da sua corretora, você consegue tomar decisões mais estratégicas sobre o negócio, como investir parte do lucro no seu crescimento e aperfeiçoamento, o que é um ponto crucial nas finanças para corretor de seguros.

2. Organize tudo na ponta do lápis

Já diz o ditado: o que não é medido não pode ser controlado (e até mesmo melhorado). Isso faz muito sentido quando o assunto é finanças para corretor de seguros. Afinal, em um cenário onde você não tem a real noção do quanto gasta por mês, a probabilidade de surgir alguma dívida ou um problema financeiro difícil de gerenciar aumenta. 

E é aqui que entra o famoso e tão importante fluxo de caixa, abraçando de forma efetiva o controle de todas as movimentações financeiras da sua corretora, todas mesmo!

Por meio do fluxo de caixa você poderá gerenciar tudo aquilo que entra e sai da empresa, considerando gastos fixos e variáveis, serviços contratados, comissões a receber, curvas de venda, repasses para colaboradores, margens de lucro e o tão desejado ponto de equilíbrio. 

Ou seja, tudo que estiver ligado à saúde financeira da sua corretora deve ser levado em conta, ainda que você não consiga prever a renda absoluta. Afinal, existem os custos fixos que são essenciais para o funcionamento do negócio, como as contas de água, luz, internet, salário dos funcionários… E os custos variáveis que representam as despesas recorrentes, como o pagamento das comissões de vendas. A dica é: registre tudo tudo, não deixe passar nada.

Ter a dimensão exata das contas da sua corretora possibilita uma análise estratégica do negócio, em que será possível identificar prioridades, se antecipar e reverter possíveis situações de risco, traçar medidas para a redução de custos, realizar projeções realistas e, assim, enxergar com mais clareza aonde você quer chegar e o que o caminho que precisa percorrer para alcançar isso.

3. Defina um planejamento financeiro

Depois de colocar tudo em ordem e entender exatamente quanto a sua corretora de seguros está gastando com cada área, é hora de partir para o planejamento da gestão orçamentária

Afinal de contas, você já identificou se os investimentos estão trazendo retorno financeiro, se as despesas mensais comprometem as suas finanças e se as taxas de comissão estão adequadas, por exemplo. Agora chegou o momento de planejar formas de otimizar o orçamento.

Esse pode ser um dos maiores desafios, assim como também é peça-chave nas finanças para corretor de seguros, já que está diretamente ligado à estabilidade financeira e ao crescimento do seu negócio

Você pode começar definindo orçamentos para cada período, considerando um limite de gastos sustentável. Mas não se esqueça de cuidar também dos custos que são prioridade, acompanhar os recebimentos, realizar as cobranças dos clientes inadimplentes e manter a organização das contas em dia, o que pode influenciar até mesmo na reputação da sua corretora de seguros.

Ao definir gastos e lucros, você também poderá delimitar a verba para uma reserva de emergência, já que imprevistos podem acontecer, e os investimentos necessários para atingir seus objetivos, seja para alavancar as vendas, ampliar a divulgação da sua corretora, descobrir novas formas de retenção, abrir filiais, expandir os negócios… 

Como diria o filósofo Mario Sergio Cortella

"Faça o teu melhor, na condição que você tem, enquanto você não tem condições melhores para fazer melhor ainda."

4. Não abra mão de inovar

Bom, já ficou claro que o financeiro é praticamente o coração da sua corretora de seguros. É ele que vai dar ritmo às movimentações do fluxo de caixa, pulsar os gastos, fortalecer os  ganhos e fazer o peito bater mais acelerado com a geração de lucros. 

Mas o coração por si só não funciona sozinho, né? Ele precisa se conectar com todas as outras partes envolvidas, para que tudo caminhe na mesma direção e em perfeita sintonia. Tendo isso em mente, mais que manter o seu bom funcionamento, é preciso inovar e fugir das metodologias convencionais ou pouco eficientes.

Assim como qualquer outra atividade, as finanças para corretor de seguros devem ser realizadas sem dificuldade alguma para reunir todas as informações que você precisa em um só lugar, cruzar dados com facilidade, avaliar o desempenho das vendas, agilizar processos operacionais, simplificar a análise dos resultados e acompanhar tudo de onde e quando você quiser

Um exemplo prático é o controle de vendas e repasses de comissão: quando você identifica quais produtos e seguradoras proporcionam comissões mais vantajosas, você se prepara para dedicar seus esforços nas vendas destes produtos, ampliando a sua margem de lucro. 

Por isso, se você ainda utiliza formas mais tradicionais no seu planejamento financeiro, como as famosas planilhas do Excel, está na hora de conhecer um sistema de gestão para corretora de seguros. A boa notícia é que já preparamos tudinho para você! 🙂

Com a Segfy você ganha mais tempo e competitividade, com uma plataforma completa que otimiza o seu controle financeiro estruturando os recebimentos, fluxo de caixa, parcelas do segurado, faturas, busca de extrato, parcelas atrasadas, orçamentos, emissão de relatórios e ainda mais! 

Que tal fazer um teste gratuito? Você pode experimentar aqui mesmo a plataforma e ver se ela atende às suas necessidades. A gente garante que você vai se surpreender. 😉

Por hoje, é isso... Esperamos que essas dicas façam a diferença no seu controle financeiro e que você consiga seguir firme, já que o caminho nem sempre é fácil, mas motivos não faltam para você voar cada vez mais alto. 🚀

Ah, não deixe de seguir a gente no Instagram, Facebook e LinkedIn, combinado? 

Até a próxima! 

Fontes: Valor Investe, Jornal Contábil, Canal Tech, MG Soluções Contábeis, Sebrae, Exame

2 comments on “Guia prático: finanças para corretor de seguros”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se inscreva em nossa newsletter e receba novidades
Segfy, você + seguro 🧡
Segfy Tecnologia S/A | 30.254.990/0001-55 © 2021 Segfy ®. All rights reserved.