Cartilha de férias: descubra como vender seguro residencial

Postado em 12 de novembro de 2021 por Segfy

Já parou para notar como mudamos a forma de enxergar nossos lares? Passamos por grandes transformações nos últimos meses, vivenciando uma verdadeira simbiose pessoal, profissional e emocional. Mas o que isso tem a ver com seguro residencial? Pois bem…

Com mais tempo em casa, começamos a reparar em detalhes que antes passavam despercebidos, como aquela rachadura na parede, a goteira na pia do banheiro, a janela que poderia ser vedada… Além disso, o tão falado home office passou a integrar a rotina de muita gente, aumentando o uso de eletrônicos e os riscos de curtos-circuitos ou incêndios.

Acompanhando essa nova realidade, aumenta também a procura pelo seguro residencial, que cresceu 16,9% até agosto de 2021, de acordo com um levantamento da CNseg. Afinal, é preciso garantir o conforto, a manutenção e a segurança do lar.

Porém, este ainda é um serviço pouco comum no país, considerando que atualmente menos de 15% das residências brasileiras têm seguro residencial, segundo dados da FenSeg.

Mas e então: como desbravar um mercado de grande potencial, mas de baixa penetração? O segredo está em começar. 😉 Vamos lá?

4 dicas para vender seguro residencial

1. Desmistifique o valor do seguro residencial

Muitas famílias brasileiras não consideram a contratação de um seguro residencial porque têm a percepção de que é algo caro ou distante dos seus orçamentos. No entanto, é uma proteção muito mais acessível do que se imagina.

Geralmente, as apólices custam entre 0,6% e 1% do valor dos imóveis, com proteções básicas em torno de R$330 por ano. Tudo vai depender das coberturas e serviços contratados, além da possibilidade de obter bônus ou descontos progressivos ao longo do tempo. 

Mas, talvez, o preço não seja o principal benefício, e sim a tranquilidade de saber que um patrimônio conquistado com tanta dedicação e suor está protegido, independente do que aconteça. Um baita valor para o seu cliente levar em consideração, não é mesmo?

2. Destaque as coberturas e serviços especiais

A cobertura básica costuma ser para danos causados por incêndios, queda de raios e explosões. No entanto, existe uma enorme gama de outras coberturas e serviços que podem estar atrelados ao seguro residencial, até mesmo com a possibilidade de personalizar a apólice de acordo com o que o cliente busca.  

É comum as seguradoras oferecem serviços de assistência 24h, como manutenção de eletrodomésticos, reparos hidráulicos, desentupimento, eletricista, chaveiro, help desk… O que também pode proporcionar mais economia, considerando que a limpeza da caixa d'água, o conserto da geladeira ou a retirada de entulhos já estarão inclusos na contratação do seguro.

Outra dica para vender seguro residencial é entender como ele se encaixaria à realidade do seu cliente, atrelando soluções que vão garantir a segurança para as mais diversas situações, como as coberturas para impacto de veículos, quebra de vidros, roubos, danos morais, responsabilidade civil, despesas com hospedagem ou aluguel… Dessa forma, o segurado pode fazer a contratação conforme as suas necessidades. 

3. Invista em um multicálculo e sistema de gestão

Para ampliar as vendas, é preciso otimizar a rotina, modernizando processos, eliminando todas as atividades manuais possíveis e deixando a burocracia de lado. Afinal de contas, tempo é dinheiro. 💸

Foi pensando nisso que a Segfy desenvolveu o multicálculo mais rápido do mercado, para você fazer as cotações em poucos segundos e enviar propostas personalizadas para cada cliente, garantindo uma contratação ágil e 100% digital.

Além dessa força extra para vender seguro residencial, você também pode contar com um sistema de gestão completo, pensado para organizar o dia a dia da sua corretora, automatizar tarefas e estreitar ainda mais o relacionamento com seus clientes. 

Clique aqui e aproveite já para fazer um teste gratuito da ferramenta!

4. Explore as sazonalidades

Alguns seguros são mais procurados em determinados períodos do ano, como é o caso do seguro residencial, que costuma registrar um crescimento em estações mais chuvosas ou quando as férias estão chegando. O que faz bastante sentido, né?

Foi-se o tempo em que deixar as luzes acesas ou um aviso de "cão bravo" era o suficiente para impedir invasões ou furtos. As pessoas também estão cada vez menos propensas a contar com a sorte e mais conscientes sobre a importância da prevenção contra acidentes e situações de risco.

Com isso, surge a oportunidade de aproveitar o momento para vender seguro residencial, seja para oferecer um check-up antes da viagem, para garantir a tranquilidade e a segurança durante essa folga ou para proteger o lar mesmo depois das férias.

E nós estamos aqui exatamente para te ajudar nessa missão: preparamos uma cartilha especial com 11 cuidados essenciais que seu cliente deve ter ao sair de férias, incluindo a contratação de um seguro residencial, é claro. 

Você pode fazer o download gratuito do material neste link e compartilhar com os seus clientes, seja por email, whatsapp, imprimindo e entregando pessoalmente… Aproveite para conversar sobre o assunto, desejar um bom descanso e proporcionar o amparo e a segurança que só você pode oferecer, corretor(a)! 🧡

Ah, depois não esquece de compartilhar com a gente lá no nosso Instagram, combinado?

Boas vendas e até a próxima! 😄🚀

Fontes: Segs, Época Negócios, G1, Forbes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstração Grátis Segfy
Se inscreva em nossa newsletter e receba novidades
Segfy, você + seguro 🧡
Segfy Tecnologia S/A | 30.254.990/0001-55 © 2021 Segfy ®. All rights reserved.