5 erros de gestão mais comuns nas corretoras de seguro

Postado em 17 de agosto de 2020 por Segfy

A rotina dos corretores de seguros é dinâmica e repleta de responsabilidades. Nesse cenário, saber como evitar os erros de gestão mais comuns do segmento é indispensável para que os profissionais obtenham os melhores resultados.

Por menores que sejam, certos erros podem comprometer significativamente os ganhos da empresa. Por isso, é fundamental manter-se atento para minimizar ou mesmo eliminar completamente as suas ocorrências!

A seguir, confira os 5 erros de gestão comuns nas corretoras de seguro e suas principais peculiaridades.

Quais os erros de gestão comuns nas corretoras de seguro?

Confira, a seguir, confira quais são os erros de gestão comuns nas corretoras de seguro e como evitá-los. Dessa forma, você garante o melhor gerenciamento possível do seu escritório, aumentando assim a sua produtividade, lucratividade e competitividade. Veja!:

1.   Não reunir informações sobre os clientes

Entender os consumidores e suas necessidades é de suma importância para garantir o sucesso da sua corretora de seguros.

Com uma relação próxima, você garante a oferta dos melhores planos possíveis aos seus clientes, aproveitando as oportunidades ideais de negócio com um atendimento personalizado e mantendo o nível de satisfação sempre elevado.

Portanto, colete e reúna informações completas sobre cada perfil de consumidor, indo além dos dados obtidos no questionário de avaliação de riscos.

Tenha paciência e atenção para coletar e compreender tudo aquilo o que os indivíduos mais precisam.

Uma boa opção é o uso de softwares de gestão, pois permitem o cadastro dessas informações para a criação de um banco de dados ágil e disponível sempre que você precisar!

2.   Não segmentar a carteira de clientes

Tentar “abraçar o mundo” e buscar o maior número possível de clientes pode não ser uma boa estratégia. Afinal, é muito mais prático e lucrativo fidelizar os consumidores que já confiam em você do que tentar fechar sempre novos contratos.

O ideal é segmentar a sua atuação, visando um padrão de atendimento para grupos específicos de segurados.

Separe cada cliente por ramo e por perfil de seguro. Assim, você oferece soluções mais assertivas para as diferentes demandas de serviço, atendimento mais personalizado e otimiza as suas rotinas operacionais.

Lembre-se: os lucros obtidos em renovações são maiores do que aqueles de novos contratos. Logo, foque em um processo de fidelização e mantenha os seus clientes satisfeitos que novas oportunidades irão sempre surgir!

3.   Não investir em marketing digital

Em um mercado cada vez mais dinâmico, investir em marketing digital já não é mais um diferencial, mas sim uma necessidade entre as empresas.

No segmento de seguros, a competitividade é alta e saber se diferenciar nessa área é fundamental.

Dessa forma, procure marcar presença nas redes sociais e mantenha um site próprio. Além disso, atualize o seu blog com informações valiosas, que realmente aborde e resolva as necessidades do seu público, entre outros meios de comunicação digital.

Com esse tipo de cuidado, a sua empresa aparecerá na web sempre que alguém procurar por uma solução relacionada a ela.

Além do mais, ao divulgar conteúdo de valor, você se posiciona como uma referência no assunto, o que melhora significativamente o seu posicionamento perante a concorrência!

4.   Não treinar vendedores

Se antes destacamos a importância de reunir dados sobre os clientes e segmentá-los, também é indispensável mencionar que a sua equipe de vendas precisa saber utilizar esses indicadores. Sendo assim, seus vendedores conseguem agregar os melhores resultados possíveis em suas conversões.

Para isso, certifique-se de que o seu time conheça a fundo os serviços ofertados e os melhores meios de vendê-los.

Mais que utilizar boas técnicas de persuasão, é preciso saber demonstrar o valor agregado dos planos de seguros aos consumidores, destacando que o fator “preço” nem sempre é o mais importante.

Ao treinar bem a sua equipe de vendas, mais que ampliar as oportunidades de negócios, você garante um maior grau de satisfação entre os consumidores – que indicarão os seus serviços e defenderão a sua marca.

5.   Não digitalizar processos

Entre os erros de gestão comuns nas corretoras de seguro, um dos mais significativos é a falta de sistemas voltados à área.

Com processos manuais, os profissionais perdem muito tempo com tarefas repetitivas e burocráticas. Isso os impossibilita de manter o foco em funções mais estratégicas e na prospecção de novos clientes.

Por meio de softwares para corretoras, todos os processos são automatizados, em um fluxo de trabalho que inclui as etapas de planejamento, gestão e relacionamento com os consumidores.

Ferramentas como a Segfy, por exemplo, reduzem custos operacionais e melhoram significativamente a produtividade dos escritórios.

O sistema conta com uma central de vendas que organiza a sua corretora, facilitando processos como: 

  • gestão de propostas;
  • apólices; 
  • endossos;
  • renovações;
  • faturas mensais;
  • segurados
  • leads, entre outros procedimentos.

Com o recurso, você acompanha a performance de sua carteira de qualquer lugar e de qualquer dispositivo.

O Segfy controla os seus recebimentos de forma organizada, importa de maneira simples e eficiente suas propostas e apólices. Além disso, ainda oferece módulos de orçamento e gestão de produtores com Multicálculo!

Quer contar com esses e muitos outros recursos para evitar os erros de gestão comuns nas corretoras de seguro? Então acesse o nosso site, saiba mais sobre as nossas soluções e faça o seu teste grátis por 7 dias. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstração Grátis Segfy
Se inscreva em nossa newsletter e receba novidades
Segfy, você + seguro 🧡
Segfy Tecnologia S/A | 30.254.990/0001-55 © 2021 Segfy ®. All rights reserved.